Alguns pensamentos


01/10/2005


 

Desculpem-me a ausência, ando muito ocupado ultimamente. Para não ficar mais uma semana sem postar vou colocar uma declaração no mínimo polêmica do ex-secretário de educação americano William Bennett:

 

 

"Eu sei que é verdade que se você quisesse reduzir o crime poderia, se isso fosse seu único propósito, abortar todo bebê negro neste país que seu índice de criminalidade baixaria. Isso poderia ser uma coisa moralmente repreensível e ridícula a ser feita, mas o índice de criminalidade diminuiria”.

 

 

Até mais.

 

Escrito por Natan às 04h03
[ ]

03/09/2005


 

 

PERGUNTAS DE UM TRABALHADOR QUE LÊ

 

Quem construiu a Tebas de sete portas?
Nos livros estão nomes de reis.
Arrastaram eles os blocos de pedra?
E a Babilônia varias vezes destruída--
Quem a reconstruiu tanta vezes? Em que casas
Da Lima dourada moravam os construtores?
Para onde foram os pedreiros, na noite em que
a Muralha da China ficou pronta?
A grande Roma esta cheia de arcos do triunfo
Quem os ergueu? Sobre quem
Triunfaram os Cesares? A decantada Bizâncio
Tinha somente palácios para os seus habitantes? Mesmo
na lendária Atlântida
Os que se afogavam gritaram por seus escravos
Na noite em que o mar a tragou.
O jovem Alexandre conquistou a Índia.
Sozinho?
César bateu os gauleses.
Não levava sequer um cozinheiro?
Filipe da Espanha chorou, quando sua Armada
Naufragou. Ninguém mais chorou?
Frederico II venceu a Guerra dos Sete Anos.
Quem venceu alem dele?

Cada pagina uma vitória.
Quem cozinhava o banquete?
A cada dez anos um grande Homem.
Quem pagava a conta?

Tantas histórias.
Tantas questões.

 

 

Bertold Brecht

 

Escrito por Natan às 02h10
[ ]

27/08/2005


 

 

"Só quando crescemos, e da animalidade penetramos na humanidade, é que desponta em nós esse fermento da tristeza, por muito tempo indesenvolvido no tumulto das primeiras curiosidades, e que depois alastra-nos, invade-nos todo, torna-se consubstancial como o sangue de nossas veias. 
Miséria do corpo, tormento da vontade, fastio da inteligência, amargura das desilusões, o orgulho chocando com os obstáculos. Eis a tristeza, caro amigo!".

 

 

 

 

 

Eça de Queiroz

 

Escrito por Natan às 00h46
[ ]

20/08/2005


 

 

Deve haver, escondida nos subterrâneos do congresso, uma escola de malandragens, golpes, perfídias, e corrupção. Não é possível que tantos congressistas já nasçam com tanto talento.

 

Millôr

Escrito por Natan às 02h25
[ ]

13/08/2005


“CANTINHO DA FAMÍLIA”

 

 

Um menino, com voz tímida e olhos cheios de admiração, pergunta ao pai, quando este retorna do trabalho:
_ Pai, quanto o senhor ganha por hora?
O pai, em um gesto severo, responde:
_ Escuta aqui meu filho, isto nem a sua mãe sabe. Não me amole, estou cansado.
Mas o filho, insistente, persiste na pergunta...
_ Mas pai, por favor, diga, quanto o senhor ganha por hora?
A reação do pai foi menos severa e ele respondeu:
_ Três reais, eu ganho três reais por hora, meu filho.
Nisto o filho sorridente lhe diz:
_ Então papai, o senhor poderia me emprestar um real?
O pai, novamente cheio de ira, e agora tratando o filho com a maior brutalidade lhe responde:
_ Então é essa a razão de querer saber quanto eu ganho? Vá dormir e não me amole mais.
Já era noite alta, quando o pai começou a pensar no que havia acontecido e sentiu-se culpado. Talvez, quem sabe, o filho precisasse comprar algo. Querendo descarregar a culpa de sua consciência doida, foi até o quarto do filho e, em voz baixinha, perguntou:
_ Filho, está dormindo?
Ao que, o garoto respondeu sonolento e choroso:
_ Não pai!
Então o falou:
_Olha aqui o dinheirinho que você me pediu... UM REAL!
_ Muito obrigado papai!
Disse o menino, levantando-se alegre e retirando mais dois reais de uma caixinha que estava sob a cama...
_ Agora já completei, papai! Tenho três reais. O senhor poderia me vender uma hora do seu tempo?

 

 

 

Não conheço o autor

Escrito por Natan às 01h45
[ ]

05/08/2005


Em vez de encher a cabeça com porcaria, pratique esportes e, na dúvida, se não puder distinguir o que é droga ou não, faça o seguinte:

 

 

* Não ligue a TV no Domingo à tarde;
* Não escute nada que venha de Goiânia ou do Interior de São Paulo;
* Não entre em carros com adesivos "Fui... "
* Se te oferecerem um CD, procure saber se o suspeito foi ao programa da
 Hebe ou se apareceu no Sabadão do Gugu;
* Mulheres gritando histericamente é outro indício;
* Não compre nenhum CD que tenha mais de 6 pessoas na capa;
* Não vá a shows em que os suspeitos façam gestos ensaiados;
* Não compre nenhum CD que a capa tenha nuvens ao fundo;
* Não compre qualquer CD que tenha vendido mais de 1 milhão de cópias no Brasil ;
* Não escute nada que o autor não consiga uma concordância verbal mínima.
* Mas, principalmente, duvide de tudo e de todos.

 

 

 

A vida é bela!  Eu sei que você consegue! Diga não às drogas!

 

 

Não conheço o autor

Escrito por Natan às 15h45
[ ]

30/07/2005


 

"O primeiro homem que inventou de cercar uma parcela de terra e dizer 'isto é meu', e encontrou gente suficientemente ingênua para acreditar nisso, foi o autêntico fundador da sociedade civil. De quantos crimes, guerras, assassínios, desgraças e horrores teria livrado a humanidade se aquele, arrancando as cercas, tivesse gritado: Não, impostor"

 

Jean-Jacques Rousseau

Escrito por Natan às 02h18
[ ]

24/07/2005


O Analfabeto Político

 

O pior analfabeto é o analfabeto político.
Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos.
Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão,
do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio
dependem das decisões políticas.
O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia
a política. Não sabe o imbecil que da sua ignorância política nasce a prostituta,
o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos que é o político vigarista,
pilantra, o corrupto e lacaio dos exploradores do povo.

 

Bertold Brecht

Escrito por Natan às 21h06
[ ]

19/07/2005


 

"Nós, da imprensa, somos uns criminosos do adjetivo. Com a mais eufórica das irresponsabilidades, chamamos de "ilustre", de "insigne", de "formidável", qualquer borra-botas."

Nelson Rodrigues

Escrito por Natan às 19h46
[ ]

15/07/2005


“Eu sou o pedágio no caminho para se chegar a Deus”.

 

Edir Macedo, fundador do conceito Igreja-empresa e do pedágio sagrado.

Escrito por Natan às 02h35
[ ]

11/07/2005


Inferno nacional

 

Diz que era uma vez um camarada que abotoou o paletó. Ao morrer nem conversou: foi direto para o inferno. Em  lá chegando, pediu audiência com o satanás e perguntou: - qual é o lance aqui? Satanás explicou que o inferno estava dividido em diversos departamentos, cada um administrado pelo seu país de origem, mas  o falecido não precisava ficar no seu país de origem e podia ficar no país que escolhesse. Ele agradeceu muito e disse a satanás que ia dar um volta para escolher o seu departamento.      .

  Está claro que saiu do gabinete do diabo e foi logo para o departamento dos Estados unidos, achando que lá devia ser mais organizado o inferninho que lhe caberia para a toda eternidade. Entrou no departamento dos Estados unidos e perguntou como era o regime.    .

   - quinhentas chibatadas pela manhã, depois passar duas horas num forno de 200 graus. Na parte da tarde: ficar numa geladeira de 100 graus abaixo de zero até as três horas, e voltar ao forno de 200 graus.

 O falecido ficou besta e tratou de cair fora, em busca de um departamento menos rigoroso. Esteve no da Rússia, no do Japão, no da França, mas era tudo igual: a divisão em departamentos era apenas para facilitar o serviço no inferno, mas em todo o lugar o regime era o mesmo.

 O falecido já caminhava  desconsolado  por uma rua infernal, quando viu um departamento escrito na porta: Brasil. E notou que a fila à entrada era maior do que as dos outros paises e pensou com as suas chaminhas “aqui  tem peixe por debaixo desse angu” entrou na fila e começou a chatear o da frente, perguntando por que a fila era maior e os enfileirados menos tristes. O camarada da frente fingia não ouvir, mas ele tanto insistiu que o outro, com medo de chamarem a atenção, disse baixinho: - fica na moita, e não espalha não. O forno quebrou e a geladeira anda meio enguiçada. Não dá mais de 35 graus por dia.

- E as quinhentas chibatadas? - perguntou o falecido.

- Ah.... O sujeito encarregado desse serviço vem aqui de manhã, assina o ponto e cai fora.

 

 

Vedder (ex-filósofo de calçada)

 

P.S: Ocorreu um problema aqui na configuração e o texto anterior foi excluido, peço desculpas pelas pessoas que comentaram aqui, espero que isso não ocorra de novo.

Escrito por Natan às 17h40
[ ]

04/07/2005


 

"É muito bom ser brasileiro"

 

Galvão Bueno, depois da conquista da copa das confederações.

Escrito por Natan às 11h27
[ ]

30/06/2005


"O cristianismo chega ao fim destruído por sua própria moralidade, uma moralidade que acaba por se ver obrigada a negar até mesmo a existência do seu próprio Deus. O senso de veracidade, desenvolvida ao máximo pelo cristianismo, deixa-se contaminar pelas falsidades e pela desonestidade de todas as interpretações cristãs do mundo e da história. Salta de 'Deus é a verdade' para ' tudo é falso'".

 

                                                                                                                                              Friedrich Wilhelm Nietzsche.

 

Escrito por Natan às 00h33
[ ]

“Acho que o tédio é o sentimento mais moderno que existe”

 

                                                                             Cazuza.

Escrito por Natan às 00h28
[ ]

Os cidadãos não terão alívio do mal, nem a raça humana, creio, a não ser que os filósofos governem as cidades ou que os que hoje chamamos de reis e governantes estudem filosofia verdadeira e genuinamente, até que o poder político e a filosofia coalesçam e as diversas naturezas dos que hoje perseguem alguém até a exclusão do outro, sejam forçosamente impedidas de fazê-lo.

 

Sócrates, segundo Platão.

Escrito por Natan às 00h26
[ ]
Busca na Web:

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Nordeste, FORTALEZA, Homem, de 15 a 19 anos, Música, Arte e cultura, Livros